nove poemas

quando me recordo de você
não penso em coisas
como a roupa
que você usava
no dia em que te conheci
evoco a sua pele
tocada incansavelmente
por quem não poderia
reviver o seu cheiro

então eu te passeava
fazendo bicicleta
com as mãos
e com os pés em você
corria
um trajeto por dia
até descobrir
que meu corpo finalmente
aprendeu a caminhar
devagar
e pouco a pouco
subiam e desciam as pernas
que nem gostavam
de percorrer ladeiras.