foto grafada

tudo parece tão feliz
nosso abraço dentro da fotografia
a moldura e as suas madeiras
o gancho e o espaço preenchido pelo prego
o material invisível que existe na frente
o material que às vezes é igual ao da moldura
mas nem sempre, atrás

tudo parece tão vazio.

Anúncios

o cheiro que habita o canto
atrás da sua orelha esquerda
e a distância exata entre a
ponta dos meus dedos e a sua
pele com meus pés deslizando
pelas suas pernas em baixa
v e l o c i d a d e
enquanto o quarto nos tranca
e abafa nosso calor capaz de
acender uma espécie inteira
e provocar incêndios mentais
que me fizeram queimar uma
panela novinha cheia de feijão.