cantiga para osálufàn

Vem de branco, não só na sexta feira
Maresia no corpo, cheirodor
Vem na onda, veleja a vida inteira
A cabeça é sopro aonde for

Devagar, passo a passo, caminhar
Sente o peso do mais velho ser
A coluna abaixou pra descansar
Sua cabeça, um pano vai querer

A janela abriu e ele entrou
Assoprando a brisa que me deu
Marinheiro do mundo, mergulha a dor
Veja onde seu branco se meteu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s